Você está em - Artigos de Opinião
Imprimir

Jesus ou Barrabás

Quinta-feira, 24 de março de 2016

Por - Lelê Teles

essa semana, santa, comemoramos o martírio de um líder politico, preso, torturado e morto.

ele foi entregue aos verdugos após uma delação.

Judas Iscariotes, é o que consta no meu Livro Negro, foi o primeiro malandro beneficiado pelo instituto da delação premiada.

o sacana entregou o chefe, ganhou a liberdade e ainda saiu com uma sacola cheia de moedas.

com a grana que levou da patranha, dizem que o malandro abriu um resort no deserto da judeia, com ofurôs de ébano cheios de leite de camelas.

o chefe, coitado, foi atirado aos cães.

conta a história que o carismático líder político, ao cair nas garras de um juiz desajuizado, foi julgado e condenado pela voz raivosa de uma turba que batia panelas nas ruas.

o cabra se chamava Jesus Cristo.

na varanda de Caifás, uma espécie de Paraty House, o líder político é exposto à multidão.

ele tem um sítio com dois pedalinhos, gritava o juiz.

ladrão, filho da puta, vai pra Cuba, bradava a turba ensandecida.

intoxicado pela imprensa judáico-romana, o povo branco e endinheirado pedia a morte do líder político e a absolvição de dois bandidos: Cunha e Aécio, que à época eram conhecidos como Barrabás.

é o que tá aqui no Livro.

midiotas erguiam cartazes pedindo a morte do ex-retirante de Belém, enquanto babacas obrigavam babás a empurrar seus bebês em meio à turba odiosa.

a história teima em se repetir.

nesse instante, Poncius Morus Pilatus, o jovem, acaba de lavar as mãos sujas nas águas sujas da bacia imunda trazida à boca do palco por Gilmar Mendes.

conhecido também como Mendestófelis, por causa de suas infaustas diabruras.

no entanto, o jogo aqui parece que virou.

um mar vermelho de gente corre em socorro do líder condenado por crime nenhum.

arrancam a cruz de suas costas, golpeiam centuriões, zelotas apunhalam traidores.

e pedem a cabeça de Barrabás; assim, no plural.

todos os Barrabás.

há uma lista com 200 deles.

mas o barbudo não consta em nenhuma lista.

seu crime, dois pedalinhos.

a multidão o absolve o o leva nos braços.

Poncius Morus Pilatus, é açoitado em praça pública, chibatadas vergastam seu lombo jovem, o povo lhe cospe a cara, um mais exaltado lhe atira as próprias fezes.

cai o sol e todos vão pra casa.

Lula é o nome do líder que estavam tentando pegar para Cristo.

hoje ele flana livremente.

foi visto ainda essa manhã caminhando sobre as águas turvas do Laguinho de Atibaia, distribuindo aos pobres pães e tilápias frescas.

não vai ter golpe, escreve o escriba, atualizando as escrituras.

palavra da salvação.

Fonte: Geledes
Postado Por: Cristina Rastafári

+ Artigos de Opinião
Ver mais